Metodologia de Estudo da Bíblia

Dados

  • Código: IntBib 1.1
  • ECTS: 5
  • Área curricular: Interpretação Bíblica
  • Nível: Básico
  • Ano/Semestre: primeiro ano, primeiro semestre
  • Precedências obrigatórias: nenhuma
  • Professor Titular: Thomas Arabis
  • Língua: Português

Descrição de Disciplina

Esta disciplina lida com os conceitos fundamentais e as metodologias gerais para o estudo e a interpretação da Bíblia. Quanto aos conceitos fundamentais, estudam-se os conceitos mais importantes de bibliologia que formam as bases filosóficas para o estudo e a interpretação da Bíblia. Quanto às metodologias gerais, desenvolvem-se as habilidades centrais no processo indutivo do estudo da Bíblia, seguindo os passos de observação, interpretação, resumo interpretativo e aplicação. Este processo geral orienta-se pelos dois horizontes de contexto histórico-cultural e literário. Finalmente o aluno terá oportunidade de desenvolver as suas competências na área de dirigir estudos bíblicos indutivos em grupos pequenos.

Grande Finalidade

A finalidade principal desta disciplina é que o aluno seja capaz de estudar a Bíblia com o fim de interpretar e aplicar fielmente a sua mensagem e de orientar estudos bíblicos indutivos em pequeno grupos (EBIPG).

Finalidades

Conhecimentos (SABER):

  • O aluno entende os conceitos de estudo bíblico, hermenêutica e exegese e a razão pela sua necessidade.
  • O aluno entende o alvo triplo do estudo da Bíblia.
  • O aluno entende tanto as implicações da autoria divina e humana da Bíblia para o estudo da mesma
  • O aluno entende o papel divino e humano no estudo da Bíblia.

Aptidões e capacidades (SABER FAZER)

  • O aluno é capaz de estudar a Bíblia segundo a metodologia apresentada, seguindo as fases de observação, interpretação, resumo interpretativo e aplicação, chegando a conclusões adequadas.
  • O aluno é capaz de dirigir estudos bíblicos indutivos em pequeno grupo.

Valores e hábitos (SABER SER/ESTAR)

  • O aluno valoriza cada vez mais o seu próprio estudo da Bíblia e a sua aplicação pessoal e comunitária.
  • O aluno ganha (ou reforça) o hábito regular de estudar a Bíblia.

Conteúdos

  • Questões introdutórias
  • Processo geral do estudo indutivo da Bíblia (observar, interpretar, resumir a interpretação, aplicar)
  • Estudos bíblicos indutivos em pequeno grupos
  • Estudar o livro e seu contexto
    • Contexto histórico-cultural do livro
    • O livro em si como contexto (género, conteúdo geral, estruturas retóricas)
  • Estudar uma passagem
    • Ambiente histórico-cultural
    • Palavras e conceitos
    • Linguagem figurativa
    • Gramática
  • Unidades e relações – resumir
    • Proposições
    • Relações semânticas
  • Resumo Interpretativo
    • Ideia Central do Texto
    • Propósito
  • Aplicação
    • Metodologia geral

Filosofia Educacional

Esta disciplina tem como propósito principal o desenvolvimento de habilidades. Sendo assim, vai exigir que o aluno pratique estas habilidades. O processo normal seria o seguinte: 1) leituras, na forma de trabalho para casa, que explicam o processo ou conceito; 2) explicação e aprofundamento, na aula, do processo ou conceito; 3) prática em grupo na aula do processo ou aplicação de um conceito; e 4) mais prática e treino individual como trabalho para casa. No desenvolvimento destas habilidades, outro aspecto pedagógico importante—para alem de ter possibilidade de treino—é o domínio de certos conceitos e informações. Esta matéria essencial será revista e testada regularmente para ajudar o aluno a domina-la.
Para além de desenvolver a habilidade de estudo bíblico indutivo, queremos que o aluno também ganhe a outra habilidade de dirigir estudos bíblicos indutivos em pequeno grupo. Para tal fim, de novo, o aluno terá oportunidade de praticar e treinar. Vai também experimentar a participação de algumas experiências de estudo bíblico indutivo.
Finalmente uma outra área contemplada nesta disciplina é o desenvolvimento da valorização e do hábito do estudo bíblico pessoal. O aluno terá disponível no Teófilos um Diário onde vai colocar os seus pensamentos e sentimentos ao longo da disciplina para encorajar a auto-reflexão na área de estudo bíblico pessoal. Vamos aproveitar a plataforma do Teófilos como apoio para a nossa disciplina. Eis
aqui algumas das coisas que serão efectuadas lá: submeter trabalhos, fazer testes, ver notas, receber documentos, entre outras. Será importante que o aluno tenha acesso regular à internet.

Atividades de Aprendizagem e Formas de Avaliação

  • Leituras
  • Trabalhos em Preparação para Aula (TPC) – 5 trabalhos
  • Diário (4 entradas de 1 hora)
  • Trabalho 1 – Intro ao Tito
  • Trabalho 2 – Plano lição e
  • Avaliação da Lição de EBIPG
  • Trabalho 3 – Proposições Tito 1.10-14
  • Estudo completo – Tito 2.11-14

Leituras e Outros Recursos Principais

Obras Fundamentais (incluindo fontes electrónicas)

  • ARABIS, T. Sebenta para IntBib 1.1 e 1.2, Trabalho inédito. Queluz: STB, 2010.

Recursos de Referencia

  • BEEKMAN, John e CALLOW, John. A Arte de Interpretar e Comunicar a Palavra Escrita (Translating the Word of God). Trad. Sociedade Internacional de Linguística. São Paulo: Vida Nova, 1992.
  • BIBLE GATEWAY. http://www.biblegateway.com/.
  • BÍBLIAONLINE. http://www.bibliaonline.com.br/.
  • DORIANI, D. A Verdade na Prática (Putting the Truth to Work). São Paulo: Cultura Cristã, 2007.
  • GBU. A Palavra em Acção: Um Manual para Líderes e Membros de Mini-grupos de Estudo Bíblico (Word in Action). Lisboa: GBU, 1986.
  • GREIDANUS, S. O Pregador Contemporâneo e o Texto Antigo (The Modern Preacher and the Ancient Text). São Paulo: Cultura Cristã, 2006.
  • HERMENÊUTICA. http://www.maxlucado.com.br/principios/
  • JÚNIOR, Manuel Alexandre. Hermenêutica Bíblica. Lisboa: Sociedade Bíblica, 2010.
  • LONGMAN III, T. Lendo a Bíblia com o Coração e a Mente (Reading the Bible with Heart and Mind). S. Paulo: Cultura Cristã, 2003.
  • OSBORNE, Grant R. A Espiral Hermenêutica: Uma Nova Abordagem à Interpretação Bíblica (The Hermeneutical Spiral: A Comprehensive Introduction to Biblical Interpretation). Trad. D. de Oliveira, R. N. Malkomes e S Saraiva. São Paulo: Vida
    Nova, 2009.
  • PRATT Jr., R. Ele Nos Deu Histórias (He Gave Us Stories). São Paulo: Cultura Cristã, 2004.
  • STEIN, R. Guia Básico para a Interpretação da Bíblia. (Basic Guide to Interpreting the Bible: Playing by the Rules). Trad. Adão Pereira da Silva. Rio de Janeiro:CPAD, 1999.
  • VIRKLER, Henry. Hermenêutica: Princípios e Processos de Interpretação Bíblica (Hermeneutics – Principles and Processes of Biblical Interpretation). Trad. Luiz Aparecido Caruso. Miami: Editora Vida, 1987.
  • ZUCK, Roy B. A Interpretação Bíblica: Meios de descobrir a verdade da Bíblia (Basic
    Bible Interpretation). Trad. Cesar de F. A. Bueno Vieira. São Paulo: Vida Nova, 1994.

Avenida Dr. António Correia de Sá, 36 r/c, Monte Abraão | 2745-241 Queluz
Telefone: 214 373 036 | Telemóvel: 968 017 651 | E-mail: geral@seminariobaptista.com.pt