Dados

  • Código: Teol B01
  • ECTS: 5
  • Área curricular: Teologia Integrada
  • Nível: Médio
  • Ano/Semestre: 2º, 1º
  • Precedências obrigatórias: Nenhuma

Descrição de Disciplina

Estudo das grandes épocas do passado do cristianismo, com especial consideração do desenvolvimento do seu pensamento através do tempo, usando a História para análise da Igreja, cultura e pensamento ocidentais nos dias de hoje.

Grande Finalidade

Conhecer os grandes movimentos e personalidades na História do Cristianismo e do desenvolvimento do seu pensamento, procurando estimular o pensamento crítico dos alunos para reconhecerem o contexto dos acontecimentos, fundamentalmente através da leitura e consulta de fontes.

Finalidades

Conhecimentos (SABER):

  • Analisar e sintetizar os grandes movimentos na História do Cristianismo e o desenvolvimento do seu pensamento.
  • Situar historicamente datas e factos centrais da expansão do cristianismo.
  • Articular a identidade batista na sua história e nas suas caraterísticas principais.

Aptidões e capacidades (SABER FAZER)

  • Aplicar por escrito ou verbalmente, e de forma competente, os conteúdos da matéria ministrada em aula.
  • Exibir capacidade na utilização das ferramentas da historiografia para definir o percurso e o contributo do cristianismo para a civilização ocidental.
  • Mostrar competência na formulação de uma perspetiva histórica que reconheça os valores do cristianismo assim, como os aspetos historicamente menos positivos, como lições determinantes quanto ao seu futuro.
  • Apresentar de forma oral e escrita a biografia de uma das figuras de relevo ou o desenvolvimento de um movimento da historiografia cristã dentro das exigências formais de uma monografia.

Valores e hábitos (SABER SER/ESTAR)

  • Expressar verbalmente a sua paixão, espanto e devoção pela redentora e santificadora atividade de Deus que sempre usou homens e mulheres imperfeitos e que hoje nos constrange à participação na obra que Ele continua a fazer.
  • Articular a convicção de que o propósito primário das igrejas desde sempre, é serem igrejas bíblicas e que servem os propósitos de Deus debaixo do poder e da autoridade do Espírito Santo na proclamação fiel da Palavra de Deus e na persuasão amorosa dos homens à fé.
  • Abraçar a sua própria identidade denominacional com o desejo de aprender e interagir, em primeiro lugar, entre outros crentes e igrejas da mesma denominação num espírito saudável de cooperação efetiva e, em segundo lugar, com os outros cristãos evangélicos com respeito e cordialidade, sem que isso represente ameaça à doutrina e prática bíblicas e denominacionais.
  • Aplicar as grandes lições da história da igreja à sua pessoa, nomeadamente:
    • Demonstrar as caraterísticas de um servo cristão que reconhece a intervenção de Deus na História e que serve com hábitos de vida e de ministério centrados no Senhor Jesus Cristo e fundados tão-somente na Escritura.
    • Revelar um amor profundo pela Palavra de Deus perseverando na leitura da mesma e reconhecendo-a como algo mais do que uma fonte de informação, mas a revelação de Deus para o homem.
    • Reconhecer que um servo de Deus desenvolve a sua legitimidade espiritual baseando-a na suprema autoridade do Senhor Jesus Cristo.
    • Investir numa vida de trabalho e oração para criar uma história futura comum.

 

Filosofia Educacional

O estudo da História trata, por necessidade, bastante conteúdo: datas, nomes, locais, grupos, definições, etc. Nesta unidade curricular pretende-se dominar os conteúdos centrais e fundamentais para poder aproveitar os factos históricos e o pensamento cristão para o nosso próprio contexto. Assim, é importante dominar a matéria, consolidando-a através de leituras e testes de avaliação. Pedagogicamente é difícil dominar conteúdo sem colocá-lo no seu contexto maior e entender a sua aplicabilidade. Portanto, um desafio ao longo do semestre será manter o “fio condutor”, o entendimento dos grandes movimentos e os momentos centrais da história que criaram o nosso presente. Este trabalho de síntese e de aplicação será feito na aula, mas também através dos projetos. A presença e participação nas aulas é, pois, muito importante. Todavia, História é muito mais do que decorar conteúdo e entender a sua aplicação ao presente. Queremos aproveitá-la para fazer uma diferença na nossa maneira de ser e de estar. Portanto, as finalidades listadas na secção de SABER SER/ESTAR representam aspetos importantes para nós de onde queremos chegar. O aluno deve tentar aplicar o que está a aprender na sua própria vida, designadamente a centralidade de Cristo e da Palavra, no respeito saudável por diferentes tradições e vivências.

Obras Fundamentais

  • BETTENSON, Henry – Documentos da Igreja Cristã. São Paulo: ASTE, 1967.
  • CAIRNS, Earle E. – O Cristianismo Através dos Séculos: uma História da Igreja Cristã, trad. Israel Belo de Azevedo e Valdemar Kroker (2.a ed.). São Paulo: Vida Nova, 2008.
  • CAMERON, Euan – Interpreting Christian history: the challenge of the churches’ past. Oxford: Blackwell, 2005.
  • FERREIRA, Franklin – A Igreja Cristã na História: das origens aos dias atuais. São Paulo: Vida Nova, 2013.