Dados

  • Código: CEVM B01
  • ECTS: 5
  • Área curricular: Competências e Estilo de Vida Ministeriais
  • Nível: Médio
  • Ano/Semestre: 2º, 1º
  • Precedências obrigatórias: Nenhuma

Descrição de Disciplina

O propósito da disciplina é fornecer um melhor conhecimento e experiência
da prática do aconselhamento aos alunos, enquanto líderes cristãos. Faremos um
percurso que incluirá reflexão pessoal e a busca de um melhor conhecimento do ser
humano. Traçaremos um panorama das diversas abordagens da psicoterapia e das
propostas do aconselhamento cristão. Aprofundaremos o conhecimento de técnicas para
uso no aconselhamento e através de vivências práticas facilitaremos o exercício do
aconselhamento e a avaliação dos resultados. Através deste processo pretende-se que os
alunos desenvolvam a sua capacidade de utilizar o aconselhamento de forma coerente
com o pensamento bíblico. Finalmente, estejam melhor capacitados para a prática deste
ministério tão importante nos nossos dias para o Corpo de Cristo e no seu espaço de
influência.

Grande Finalidade

  • Conhecer as diferentes abordagens do aconselhamento cristão e da psicoterapia em geral.
  • Compreender-se melhor a si mesmo e aos outros através de uma escuta profunda.
  • Desenvolver a capacidade de aplicar as técnicas de aconselhamento.

Finalidades

Conhecimentos (SABER):

  • Compreender o que é o aconselhamento cristão e os seus limites
  • Compreender as fases no processo do crescimento e quais são os papéis
    diferentes do conselheiro
  • Compreender os problemas éticos na área do aconselhamento

Aptidões e capacidades (SABER FAZER)

  • Usar várias habilidades de escuta para dirigir uma conversa.
  • Ajudar as pessoas a tomar as suas próprias decisões numa relação com Cristo.
  • Refletir sobre o processo como conselheiro e como aconselhando.

Valores e hábitos (SABER SER/ESTAR)

  • Olhar para as pessoas como iguais.
  • Saber quando e como usar a Bíblia no aconselhamento
  • Depender do Espírito Santo no seu trabalho como conselheiro.
  • Consegue relacionar-se com a sua própria dor e refletir sobre isto
  • Ter uma atitude de vulnerabilidade e coragem

Filosofia Educacional

A igreja é o corpo de Cristo e Jesus usa o Seu corpo para ajudar e curar pessoas. Tiago 5: 16
diz: “Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A
oração feita por um justo pode muito em seus efeitos”. Nesta disciplina o foco é centrado em
como um crente pode ajudar um outro crente a crescer espiritualmente e emocionalmente
como também a ultrapassar dificuldades, pecado e dor. Veremos o papel de todos os crentes
e, em particular, o do pastor como conselheiro. Quais são as dificuldades, os problemas éticos
que poderão enfrentar? Os alunos vão estudar e praticar as 4 diferentes fases do
aconselhamento e os papéis do conselheiro. Na primeira fase o propósito é “definir os
problemas e os alvos do aconselhando”. O conselheiro tem que mostrar graça, empatia,
aceitação, confiança, sem julgamento, portanto: tem que ser uma pessoa cheia do Espírito
Santo. Este papel vai ser continuado durante o processo do aconselhamento. Os alunos vão
aprender habilidades para focar no processo do aconselhando e não na sua própria verdade,
ideias, soluções e interpretações. Na segunda fase o propósito é “buscar a verdade em relação
aos problemas”. Porque é que uma pessoa está a sofrer ou viver com dificuldades? O
conselheiro tem que aprender a estruturar, clarificar, e interpretar aquilo que o aconselhando
diz para ajudar o aconselhando no caos. Na terceira fase o propósito é que o aconselhando
possa “compreender a verdade de Deus e mudar os seus pensamentos”. O conselheiro deverá
aprender a ser um professor para que possa explicar a verdade de Deus e ainda a ser um
profeta para poder confrontar as ideias velhas que não são segundo a verdade de Deus. Na
quarta fase o propósito é que o aconselhando obedeça a Deus e dê passos de fé em direção à
Soberana Vontade de Deus. O conselheiro deverá aprender a como ser um encorajador e a
dar atividades e tarefas para mudar o comportamento do aconselhando para caminhar com
Jesus. Cada aula é dividida em teoria e prática. Na primeira parte, um professor vai dar uma
aula e interagir com os alunos sobre as leituras que já leem. Esta aula é mais teórica. Depois
do intervalo, na segunda parte da aula vai haver uma explicação de uma habilidade. Os
alunos já leram a teoria no silabo. A turma vai ser dividida em 3 grupos. Pessoa 1 vai ser
conselheiro, pessoa 2 aconselhando e pessoa 3 observador. Uma conversa dura 20 minutos e
a avaliação dura 10 minutos. Depois duma sessão as pessoas vão rodar. Em cada aula todos
serão conselheiro, observador e aconselhando.

Obras Fundamentais

  • CÉSAR, Marilia Camargo – Feridos em Nome de Deus. São Paulo: Mundo Cristão, 2009.
  • CLOUD, Henry e TOWNSEND, John – A chave do crescimento (How people grow), 2.a ed.
    Trad. Denise Avalone. São Paulo: Vida, 2004.
  • COLLINS, Gary, R. – Aconselhamento Cristão edição século 21, 1.a ed. revisada. São Paulo:
    Vida Nova, 2011.
  • FRIESEN, Albert – Cuidando do Ser. São Paulo: Editora Evangélica Esperança, 2000.
  • VRIESE, Jef – Introdução ao aconselhamento pastoral (Inleiding in de pastorale
    counseling). Trad. Elisabeth Anema. 1a ed. Heverle: Centrum voor pastorale counseling,
    1984.